quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Lasco tudo agora!



Acha que está apaixonada?

To ferrado!
Nasci assim, me dou de alma e coração em troca de uma bela amizade.
Adoro a solidão, essa coisa de chegar em casa sem ter que não dar um Oi pra ninguém; sem ter que dar satisfação de onde estou vindo... ou se vou voltar no mesmo dia... essa coisa de acordar cedo no silêncio do meu quarto e não ter que te dar bom dia... detesto falação na minha cabeça pela manhã. E essa coisa de ficar SOLO pra mim é quase um orgasmo cerebral. Sou uma festa em uma sala vasia!
Não preciso de complemento (por enquanto), eu me viro.
Tantos muros que temos a derrubar para enxergar melhor a nós e à nossa vida. O problema são os tijolos... Os tijolos que voam na hora que resolvemos que vamos derrubar os muros... A gente sempre se machuca.
E foi aí que aprendi. Aprendi com os "tombos".
Aprendi a ser gentil, ainda que eu tenha um mau humor necessário. Quantas vezes somos mesquinhos ou egoístas ou mesmo pouco generosos com os outros e conosco mesmos?
Aprendi a me fazer feliz sozinho... Aprendi a divertir você, e não a mim, e deverias fazer o mesmo.
Aí por causa da gentileza de gestos, disponibilidade de palavras e versos acabaram me confundindo.
Sem chances... To muito bem assim... nada de querer tirar o ponto da minha "clara em neve".
Pronto falei.


É madrugada de quinta-feria, véspera de fim de semana depois de algumas cervejas, Vamos continuar amiguinhos vamos?, não estraga tudo ta bom?!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Homem X Mulher





Homem

Chega no caixa automatico:

Desliga o motor e sai do carro
Entra no quiosque
Insere o cartao
Digita o codigo
Pega o dinheiro, o cartao e o recibo
Sai do quiosque
Entra no carro e vai fazer as compras. (...)

Agora, a Mulher:

Chega no caixa automatico
Verifica a maquiagem e o cabelo no espelhinho
Desliga o motor e sai do carro
Poe as chaves na bolsa
Vai até o quiosque
Procura o cartao na bolsa
Insere o cartao
Procura na bolsa a embalagem do OB onde está escrita a senha
Digita a senha
Estuda as instrucoes por uns dois minutos
Tecla "cancela"
Tecla novamente a senha
Verifica o saldo
Procura o envelope
Procura uma caneta na bolsa
Anota o saldo no envelope
Estuda as instrucoes
Retira o dinheiro
Sai do quiosque
Entra no carro
Confere a maquiagem e os cabelos no espelhinho
Procura as chaves
Liga o carro
Confere a maquiagem e os cabelos no espelhinho
Sai com o carro
Para
Volta de ré
Entra no quiosque
Respira aliviada, pega o cartao e o recibo
Sai do quiosque
Entra no carro
Poe o cartao na carteira
Poe o recibo no talao de cheques
Anota a retirada no talao de cheques
Arruma um espaço na bolsa para a carteira e o talão
Confere a maquiagem e os cabelos
Sai com o carro
Depois de cinco quilometros
Solta o freio de mao.... e vai às compras

É, a Mulher realmente tem mais conteúdo, portanto venceram as Mulheres!^^

(Autor desconhecido)

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010


A gente tem que pensar positivo sempre, pra poder atravessar aquela ponte difícil.
Aquela ponte que de tão alta da um frio na espinha.
Não de a mínima se te tentam concentrar na altura, apenas atravesse.
Friamente atravesse. Dignamente atravesse. -Atravesse!
Não se deixe abater por pequenas que parecem grandes pedras no caminho...
Elas sairão de lá por si próprio.
É só um teste, apenas um teste, se fosse real, teriam nos dito onde ir e o que fazer.

Puts, dancei feio hoje... mais amanhã dançarão conforme a minha música!
BOm dia neh?!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

To bem demais obrigado.




Eu não sei se to tão bem assim, mas estes últimas dias o que eu mais ouvi foi: "Meu deus como você está bem. Ta estampado na cara!".
Ouvi que to com o semblante mais alegre, iluminado, feliz. Que meu humor melhorou, que to menos rabugento, mais engraçado... Eu me sinto bem sim, muito bem, mas não sei se ta dando mesmo pra ver isso tudo no meu lindinho rosto angelical (kkkkkkkkk)
Recebi uns e-mails de algumas pessoas me cobrando textos como os de antigamente, profundos e tal... Eu entendo que aqueles textos eram de certa forma poéticos, mas simplesmente feliz como eu to não tem possibilidade de eu conseguir fazer uma coisa daquelas. Não tenho como falar de tristeza estando assim tão bem comigo mesmo, posso até arriscar alguma coisa, mas sei que só vai sair algo talvez erótico (uia!!! Quem sabe um conto de uma camisinha perdida. Kkkkkk esquece.
To numa fase tão bem comigo mesmo, que decidi até parar de fumar. É depois desse tempo todo, chegou a hora de acabar de vez com isso. De vez enquanto bate uma fissura, principalmente depois do almoço e quando tomo uma cervejinha. Mas tava na hora de tirar esse maledeto cigarro da minha vida. Então todo mundo ai fazendo promessa e figa pra eu conseguir!!
Só sei que meus amados colegas estão adorando essa nova fase e uma trégua no meu santo mau humor. Eles têm até falado comigo antes das 10:00 da manhã....
E bom demais ver tanta coisa boa assim refletindo em mim. Prometi a mim msesmo que teria longos dias de 'flores'. A primeira faze do plano deu certo.
Bom dia Vida!!!

sábado, 13 de fevereiro de 2010





Recebi um e-mail, aí ela me pediu pra postar aqui.
Muito obrigado (Pena que não quer ser identificada)
Seria um prazer te dar os créditos.

Amigos são flores...
São flores plantadas ao longo do nosso caminho para que saibamos encontrar
primavera o ano todo.
Quando o outono chega, cheio de beleza e melancolia, os amigos estão
presentes nos trazendo alegria.
E, quando o inverno vem frio e escuro, trazendo saudades e noites longas, os
amigos nos trazem calor e luz com o brilho da sua presença.
Essas flores belas perfumam nossa existência e nos fazem ver que não estamos sozinhos.
Se amigos são flores que duram um ano ou um dia não faz diferença, porque o
importante são as marcas que deixam nas nossas vidas.
São as horas compartilhadas, horas de carinho, horas de amor e cuidado.
Um amigo que se doa sem esperar um retorno, que se entrega pelo prazer de
ver a felicidade do outro, é uma flor que merece cuidados especiais; um ser
grande e importante que nos emociona só pelo fato de existir.
É alguém que consegue chegar até nossa alma... É um presente de Deus.
Se todo o mundo nos virar as costas e, no meio desse mundo, uma flor, nem
que seja uma única flor de amizade nascer em nosso jardim, então toda a vida
já terá valido a pena.
Amigos são poemas...
Os verdadeiros amigos são a poesia da vida. Eles enchem nossos dias de
cores, rimas e risos, e nos seguram a mão quando caminhar parece difícil.
Eles nos mostram que mesmo em dias nublados o sol está no mesmo lugar, e nos
ensinam que a chuva pode ser uma canção de ninar nas noites solitárias e vazias.
Um amigo é alguém que nunca nos deixa só, mesmo quando não pode estar
presente, pois sabemos que um pedacinho do seu coração está conosco.
Um amigo é alguém que pensa na gente mesmo estando separado por mil mares...
É alguém por quem a gente sabe que vale a pena viver...
Um amigo nem sempre diz sim, quando dizemos sim, e não, quando dizemos não.
Mas ele vai nos fazer entender com mais clareza aquilo que não conseguimos
entender sozinhos.
Um amigo é um bem precioso que não devemos deixar guardado numa caixinha de
jóias, para usá-lo quando precisamos, mas tê-lo sempre presente junto a nós,
mostrando ao mundo que riqueza mesmo é ter um verdadeiro amigo.
Amigos são flores...
Amigos são poemas...
Como flores, devem ser cultivadas com carinho e dedicação, para que as
tempestades da vida não esfacelem suas pétalas e para que possamos ter seu
perfume em todas as estações.
Como poemas, devem ser sentidos nas fibras mais sutis da alma, com respeito
e gratidão, para que sejam a melodia risonha a embalar nossas horas em todos
os períodos do ano.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Bom dia Vida




Que sol! Que céu! Acordei com a alma leve assim como tinha esperado. A muito tempo não sentia tanto amor no peito. Ouço as avesinhas saldando a manhã com com voz sonora. Sinto o novo dia com a melhor das espectativas.
As magoas antigas ja se passaram, tudo agora se faz novo, não haverá mais dores, só este eterno amor. Esse amor que eu refiro é uma força de expressão pelo simples fato de eu poder cantar uma canção. Vou apenas viver o hoje e deixar que o dia receba os agradecimentos. Só podemos ser verdadeiramente felizes com a felicidade dos outros. O segredo ta eterna juventude da alma é ter uma causa a que se dedicar. Mas que essa causa seja dedicação a sí próprio.
Bom dia vida!

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Um dia depois





Pra tudo tem a primeira vez não é mesmo!?
A Primeira vez que a gente Olha;
A Primeira vez que a gente Sente;
A Primeira vez que a gente Chora;
A Primeira vez que a gente Sofre;
A Primeira vez que a gente Ama;
A Primeira vez que a gente Sorri;
A Primeira vez que a gente Apaixona;
A Primeira vez que a gente Ouve;
A Primeira vez que a gente Pede,
A primeira vez que a gente Conhece;
A Primeira vez que a gente Torce...
E pela Trilhonésima vez eu torço pra que daqui pra frente os dias sejam somenete 'flores'...
Dificil sei que é, e pode não durar muito minha paz de espirito mais que seja bem vivida enquanto durar.
Nossa, acredito que hoje finalmente termina os dias de melancolia e no popular, Chororô.
Agora são tudo Flores.
Viva a Vida!! xD

Eu me amo^^ kkkk clichê.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010




E o que podemos esperar de amanhã senão um pouco mais, um pouco mais de quinze minutos, para podermos ao menos nos achar, aceitar, enquanto pudermos permanecer no limite do que se mostra impenetrável dentro de cada um? Mas quinze minutos é tudo o que tenho agora e, algum dia, quem sabe, será também de vocês. Um segundo para uma baforada calma, quero tentar alguma coisa diferente, mas está tudo seco demais. Para mim eu sei que os quinze já são onze minutos, em breve serão menos e terei que deixar isso aqui como está, sem maiores retoques, e por inquanto tudo permanece como um espaço vazio entre todas as letras ainda. Agora faltam nove, começo a coçar a cabeça, olhar muitas vezes para o relógio. Mas não tenho relógio. Roubaram o tempo que comprei tão caro. E tudo o que sinto vontade de dizer são coisas bobas, que há muito amor desperdiçado pelo medo, que os verdadeiros olhos são dos cães e das crianças – queria um sorvete agora, um balão colorido – mas quando penso no assunto acabo perdendo três preciosos minutos, porque escrevo uma longa frase, não consigo desenvolver nada dentro dela e preciso apagar, e ainda dizer que precisei apagar, e não me restam de repente nada além de cinco minutos e uma decisão urgente pra tomar, seguir adiante com os pés no chão, largar os vícios e pedir carona, mas só consigo pensar que Eu devia estar mesmo ainda muito confuso quando comecei, pensando na possível desfeita de Alguém, que não estivesse com muita paciência hoje enfim, essa coisa e tal... Mas a mente falhou e a ideia não veio. Aí, eu aqui, mais uma Terça-Feira, a lua nos vê lá de cima e suspira sem esperanças. Ops, nem é noite ainda e não tenho tempo de corrigir. Não posso nem aproveitar essa ideia? -Não! Mas com três minutos ainda sobra tempo de formular uma bela tese. Enlouqueço a cada dia para reconhecer a minha própria falha, para poder sentir a culpa do que não dura pra sempre e, tento ficar calmo, rir um pouco de mim mesmo... Dou cada passo na escuridão que nem sei...ixi acabou, falta um segundo antes do ponto final.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

!@#$%¨&*()




Eu não acredito em sonhos, mas to há mais de uma semana, sonhando mais ou menos a mesma coisa idiota. Sem pé nem cabeça. Mas girando em torno do mesmo tema. Nem vou procurar saber o que é. Já ando com muita merda gratuita em mente.

Ps:.Eu tava no ponto do ônibus, e tinha uma garota me encarando. Não, ela não estava me cantando, elá tava literalmente me encarando. Eu sei bem a diferença. Fedia a leite, recém saído das fraldas, com cara de quem vota no PT e é uma pseudo-revolucionária que estuda filosofia na Federal. E ela me encarava. Tava me dando uma aflição. To cagado será?

- Ta olhando o que?
- Teus olhos... teus olhos... sei lá, espelhos da tua alma... to vendo a alma...

Ainda bem que o ônibus passou rapidão, to sem saco completo pra malucos hoje.

As pessoas me dão medo.


Ps:.[²]Amanhã vou la fazer o recadastramento do meu titulo.
Agora que eu lembrei. Bati minha Carteira de identidade na maquina de lavar, quebrei meu CPF tocando violão, ...e o titulo ta onde? To ferrado pra acha ele agora.
Quanta irresponsabilidade.
Agora intendi porque me mandaram crescer esses dias. E eu achei uma blasfêmia. Quem em sã consciência, já tendo sido criança optaria por crescer? Ai me mandaram acordar, olhar no espelho e dizer: “eu sou, eu posso, eu consigo”. Fiquei pensando na minha cara amarrotada olhando pra mim mesmo e dizendo isso. Achei ridículo. Então pra provar que tudo pode ficar mais ridículo, me disseram pra olhar pro sol e pedir um pouco do brilho dele...Pois é. Esse povo nunca ouviu falar em câncer de pele. Não sei se sou eu ou se é o resto do mundo, mas que ta acontecendo alguma coisa de estranho... Ah isso ta! Talvez, se eu conseguisse ser mais ameba, eu começasse achar tudo isso a coisa mais maravilhosa do planeta. Mas não dá. Alguma coisa me diz que isso de abraçar enormes árvores para carregar as baterias, é simplesmente desperdício de energia. Tanta coisa ai acontecendo e esse povo preocupado com minha maturidade? Eu me sustento sozinho, eu pago as minhas contas quase todas em dia. Não sou influenciável. Acredito piamente nos meus princípios e nas minhas crenças... Agora apenas porque eu me confesso imaturo em termos de relacionamentos, eu tenho que ir bater um papo com o sol? É, há algo muito estranho aqui!
A não, chega, melhor parar antes que venha o 'Ps:.[³].

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Em dois dias Tudo vai mudar.




Daqui dois dias é meu aniversário... daqui pra frente não vou mais contar quantos anos tenho... Vou parar no 25. 2+5=7 e 7 é meu numero da sorte!
Daqui dois dias começa a nova meta na vidinha pacata que tenho levado esses últimos 3 anos.
O que quero pra mim este ano?
- Resolver os problemas que possam ser resolvidos, os que não podem, foda-se. Às vezes é menos cansativo limpar a merda do que perder horas remoendo como resolver o problema;
- Rir, rir muito, de tudo, principalmente de mim mesmo;
- Chorar, quando precisar desabafar, o que não dá é pra guardar mágoa;
- Sair pra passear, pode ser um parque, andar de pés descalços na grama, tomar sol, comer pipoca, isso faz bem;
- Dançar, mesmo sozinho em casa, dançar pra espantar os fantasmas;
- Cantar, seja no chuveiro, no carro, caminhando na rua (e daí se me olharem como se fosse um E.T). Aquela máxima é verdadeira : "Quem canta, seus males espanta"
- Não engolir sapos, não aceitar injustiças, não deixar que pisem em mim (ou em qualquer pessoa que eu queira bem);
- Não guardar frustrações, ressentimentos, palavra não dita. Isso da câncer!
- Fazer sexo, mesmo que não seja com amor, fazer sexo, é uma questão fisiológica (Mas se for com amor é melhor ainda!!!);
- Não me cobrar tanto, não ser muito auto crítico, perfeição não existe. Desiste dessa ideia garoto;
- Ir as festas, tomar um porre vez ou outra, encontrar amigos, interagir;
- Dividir Minha vida com alguém, as partes boas, e as partes difíceis;
- Não me queixar do tamanho da Minha cruz, a cruz do outro pode ser bem maior;
- Amar, amar muito, principalmente a Mim mesmo;
- Quando não tiver nada a ser feito, não adianta desesperar, o jeito é relaxar e gozar. (é tinha que fuder no final kkkkkkkk)
Feliz aniversário pra mim!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Ancioso d+ pro meu gosto




Só sei que estou bem mais ansioso a cada dia.
O que não sei é, porquê ou por quem?!
-Então vamos lá!
Tá um sentimento muito vago e me vem acompanhado de um frio no estômago, uma opressão enorme no peito e transpiração bem na palma da mão.
To fazendo o possível pra não roer minhas unhas!
Já acordo assim. Sem querer o coração acelera e já me vem essa sensação horrível.
Estou assistindo filmes pra ver se me distraio por algumas horas...até resolve mais não vou poder assistir filme o dia todo.
O problema é que não sei mesmo o que está acontecendo.
E preciso saber porque já está ficando chato!
Acreditei que escrever sobre, ira ajudar mais só de pensar ta ficando pior.
Como não adiantou vou parar por aqui mesmo, qualquer outra hora eu volto.